Plantas Aromáticas - Novas Variedades

Apenas dispomos de algumas variedades de momento.

Anis

Pimpinella anisum

O Anis, também conhecido como Erva-doce, é uma planta anual, herbácea, que pode ter entre 30 a 70 cm de altura. 

 

Origem:

 É originário de países da Ásia, Egito e Grécia.

O Anis na Cozinha:

Curiosidades:

O Anis é digestivo, expectorante, alivia a flatulência, regulariza as funções menstruais e é um excelente desinfetante.  

Aplicações Culinárias:

Como o próprio nome indica, erva-doce, o Anis pode ser utilizado para confecionar saladas, sobremesas, molhos, licores e outras bebidas.

 

 

Aipo

Apium graveolens

O Aipo é uma planta herbácea ou perene. O aipo-bravo aparece principalmente no litoral do Continente.
Pode ter naturalmente uma altura de 70 cm.

 

Origem:

 Surgiu na Europa Ocidental.

O Aipo na Cozinha:

Curiosidades:

Os romanos tanto acreditavam que o aipo poderia ser fonte de azar como de sorte. Para além de acreditarem que é um planta com poderes afrodisíacos. Na Antiguidade o Aipo era escolhido para ser usado como croa nos jogos gregos.

Aplicações Culinárias:

O Aipo é uma planta muito versátil na cozinha, pode ser consumido em saladas cruas, cozidos, sopas, pratos de aves, peixes ou assados.

 

 

 

Arruda

Ruta graveolens

A Arruda é uma planta da família das Rutáceas. É um subarbusto com folhas fortemente aromáticas. Esta planta pode atingir até 1 metro de altura, apresentando haste lenhosa, ramificada desde a base. As suas folhas são ovais e pequenas, de cor verde-acinzentada, carnudas e pecioladas. As flores têm pétalas amarelo-esverdeadas.


 

Origem:

 Esta Erva Aromática é originária do Sul da Europa.

A Arruda na Cozinha:

Curiosidades:

A Arruda tem propriedades analgésicas, antiasmáticas, anti-inflamatória, calmantes e de replente. Na Idade Média era muito utilizada em rituais religiosos contra feitiçarias e mau-olhado. Tem um cheiro muito intenso e talvez por isso digam que ela afasta os mosquitos, pulgas, formigas e outros insectos.

Aplicações Culinárias:

Na culinária pode ser usada em vários pratos como saladas, carne, queijo, legumes, espinafres, cogumelos, peixes, entre outros.

 

  

Camomila

Matricharia chamomilla

A Camomila é uma erva aromática herbácea perene anual. Esta planta é de porte pequeno mas pode chegar a ter mais de 25 cm de altura.

 

Origem:

 Tem origem na Europa.

A Camomila na Cozinha:

Curiosidades:

O chá da Camomila serve como tratamento contra insónias, perturbações digestivas, enjoo das viagens e a hiperactividade nas crianças.

Aplicações Culinárias:

Na culinária, a Camomila, combina com pratos de carne, sobremesas e bebidas como o chá.

 

 

 

Erva-Cidreira

Melissa officinalis

A Erva-Cidreira é uma planta da família da menta. As suas folhas são semelhantes às da menta, mas tem um aroma perfumado a limão. É uma erva de crescimento baixo, pode crescer até 80 cm de altura.


 

Origem:

 Foi introduzida na Europa através da Ásia Ocidental.

A Erva-Cidreira na Cozinha:

Curiosidades:

Esta planta é considerada anti-inflamatória, digestiva, calmante e sedativa.

Aplicações Culinárias:

Pode ser utilizada para saladas, sobremesas, gelados, chás e outras bebidas.

 

  

 

Hortelã-Ananás

Mentha suaveolens variegata

É uma erva aromática herbácea perene bastante diferente das restantes hortelãs. Tem folhas ovais, enrugadas e cabeludas, com uma tonalidade branca amarelada. As folhas têm um aroma ao ananás, no entanto não é um aroma definido, é doce e afrutado.


 

Origem:

 Nativa da Europa e Mediterrâneo ocidental.

A Hortelã-Ananás na Cozinha:

Aplicações Culinárias:

A Hortelã-Ananás é excelente para saladas, sobremesas e bebidas.

 

 

Hortelã-Chocolate

Mentha chocolate

Esta erva aromática não sabe a chocolate mas tem um aroma que conjuga a menta e o chocolate. Tem folhas recortadas, alongadas e finas. O caule da hortelã-chocolate tem cor-de-vinho, assim como as suas folhas também poderão ter esta tonalidade.


 

Origem:

Nativa da Europa e Mediterrâneo ocidental.

A Hortelã-Chocolate na Cozinha:

Curiosidades:

O aroma da Hortelã-Chocolate é idêntico ao chocolate "After-Eight".

Aplicações Culinárias:

A Hortelã-Chocolate pode ser usada em saladas, biscoitos, sobremesas e bebidas.

 

 

 

Hortelã-Laranja

Matricharia chamomilla

É idêntica à hortelã comum (hortelã-menta) mas tem uma folha mais larga e um aroma a laranja.


 

Origem:

Nativa da Europa e Mediterrâneo ocidental.

A Hortelã-Laranja na Cozinha:

Curiosidades:

É uma erva aromática com propriedades que ajudam a cuidar de dores de estômago, náuseas, parasitas, febres e dores de cabeça.

Aplicações Culinárias:

Na culinária, a Hortelã-Laranja combina com pratos de carne, pratos de peixe, sopas, saladas e bebidas.

 

 

Hortelã-Ribeira

Mentha cervina

Também conhecida como Erva Peixeira, Alecrim-do-Rio, Hortelã-Crespa e Hortelã-dos-Campos. A Hortelã-Ribeira tem a folha mais longilínea que as outras hortelãs.


 

Origem:

Nativa da Península Ibérica, Norte de África e França.

A Hortelã-Ribeira na Cozinha:

Curiosidades:

A Hortelã-Ribeira gosta de húmidade e aparece geralmente perto de rios, piscinas, etc.

Aplicações Culinárias:

A Hortelã-Ribeira pode ser combinada em pratos de peixe, sopas e saladas.

 

 

 

Lavanda

Lavandula angustifolia

A Lavanda também pode ser denominada de Alfazema. Pode alcançar um tamanho de 60 a 90 cm. É uma erva-aromática muito reconhecida pelo seu aroma perfumado.

 

Origem:

 Tem origem mediterrânica. É típica da região que vai do Sul da Europa ao Norte da África, da Arábia e das Ilhas Canárias.

A Lavanda na Cozinha:

Curiosidades:

O óleo desta planta é utilizado para acalmar e tratar dores de corpo, reumatismos ou o cansaço. Este óleo é dos mais utilizados no mundo.

Aplicações Culinárias:

Pode ser confecionada em pratos de carne, pratos de peixe, sobremesas e bebidas.

 

 

Lúcia-Lima

Lippia citriodora

A Lúcia-Lima, também conhecida como: bela-luísa, cidrila, doce-lima, erva-luísa e pessegueiro-inglês. Pode atingir uma altura de 200-300 cm, forma arbustos muito bonitos. As suas folhas são finas e recortadas, têm um aroma a limão. O caule da Lúcia-Lima é muito lenhificado.

 

Origem:

 É originária da Argentina, Chile e Perú.

A Lúcia-Lima na Cozinha:

Curiosidades:

A infusão desta erva-aromática auxilia a digestão e tem propriedades calmantes e sedativas.

Aplicações Culinárias:

A Lúcia-Lima combina com saladas, fruta, sobremesas e bebidas. É excelente a aromatizar geleias, azeites e vinagres.

 

 

Rúcula

Eruca sativa

A Rúcula é uma erva-aromática anual de pequeno porte. As suas folhas são alongadas.


 

Origem:

 É originária do Mediterrâneo e da Ásia Ocidental.

A Rúcula na Cozinha:

Curiosidades:

A Rúcula tem propriedades anticancerígenas, antibacterianas e antivirais.

Aplicações Culinárias:

Na culinária, a Rúcula, combina-se com saladas, sopas, ovos, queijos, presunto e principalmente como acompanhamento para pratos de carne e peixe.

 

 

 

Segurelha

Satureja hortensis

A Segurelha é uma erva aromática da família da menta e parente do alecrim e do tomilho. É um arbusto perene que pode chegar aos 50 cm de altura. Tem um aroma a lavanda e maçã e um ligeiro sabor a menta.


 

Origem:

 É originária do Mar Negro e do Mar Mediterrâneo.

A Segurelha na Cozinha:

Curiosidades:

Os Romanos acreditavam que a segurelha lhes dava força. Esta erva aromática pode ser clocada entre a roupa para afastar as traças.

Aplicações Culinárias:

A Segurelha combina com pratos de peixe, pratos de carne, legumes, feijão e sopas.

 

 

 

Tomilho Limão

Thymus x citriodorus

Semelhante ao Tomilho vulgar mas com um aroma intenso a limão. Geralmente as folhas têm um traço ou tonalidade amarela.
É um arbusto perene, semi-lenhoso, podendo atingir cerca de 30 cm de altura. 


 

Origem:

 Surgiu do cruzamento do Tomilho vulgar e do Tomilho poejo.  

O Tomilho Limão na Cozinha:

Curiosidades:

O Tomilho Limão é excelente para combater problemas respiratórios, digestivos e para acalmar a tosse.

Aplicações Culinárias:

Possui o sabor e o cheiro a limão, embora mais suave. É normalmente usado na confeção de carnes em particular as aves. Pode também ser usado em peixe, saladas, sopas e chá. O sabor subtil de limão é uma mais valia para condimentar os pratos.