Stevia

Stevia rebaudiana
Pedido de Informação


A Stevia é um género botânico pertencente à família Asteraceae. É um pequeno arbusto (pode atingir 30 a 90 cm de altura) perene, que pertence à família dos crisântemos e é nativo da América do Sul. As suas folhas são compridas e ovais, com orlas serrilhadas e produz pequenas flores brancas.

Como tirar o melhor partido das suas ervas

Esta planta, originalmente denominada como "erva doce", possui várias utilidades na alimentação, sendo que pode ser uma substituta do açúcar, podendo usá-la no café, sobremesas, chás, sumos e gelados.

Como utilizar a Stevia:
  • Líquido: leve as folhas até perto do ponto de fervura e pode usar essa água para adoçar chá, café, infusões ou sumos.
  • Seca: Pode ainda deixar secar as folhas ao ar livre em dias de Verão, evitando a exposição direta ao sol, ou pendurando plantas inteiras ou ramos de cabeça para baixo numa zona quente. Depois triture as folhas e pode usar o pó como adoçante e utilizar em vez do açúcar.
  • Folhas Frescas: Use como se de outro tempero de tratasse, adicione-as numa salada de fruta ou num chá para dar um agradável paladar.

Use-a também na comida! Coque-a durante o cozimento ou no final, mas enquanto ela ainda está quente. Fica bem em molhos de churrasco, molho agridoce, sopas e temperos de saladas.
Ter em atenção que a Stevia consegue ser ainda mais doce do que o açúcar e, por isso, as quantidades a utilizar terão de ser sempre bastante menores.
Ainda que os índios guaranis já utilizassem esta planta há muitos séculos, somente em 1908 é que ela se tornou conhecida devido a pesquisas científicas realizadas na Alemanha. Um dos usos mais comuns dos povos indígenas para esta planta era utilizá-la para “cortar” o amargo e também refrescar o hálito.

É uma planta originária da América do Sul e, por isso, não suporta temperaturas baixas. Aprecia uma rega regular.
  • É um adoçante saudável para diabéticos - estudos demonstraram que pode ter efeitos benéficos nos níveis de insulina e glicose no sangue.
  • Não contém calorias - ajuda ao combate da obesidade, sendo que uma porção de 100 mg contém menos de meia caloria, e, para além disso, atenua a necessidade/desejo de comer.
  • Não altera o nível de açúcar no sangue.
  • Não é tóxica.
  • Inibe a formação da placa e da cárie dental - frui de conteúdo elevado em vitamina C e em clorofila, que reduzem o crescimento indesejado de bactérias na boca (protege do sangramento, inflamações das gengivas, cáries e tártaro).
  • Não contém ingredientes artificiais.

Aplicações Culinárias

Esta planta, originalmente denominada como "erva doce", possui várias utilidades na alimentação, sendo que pode ser uma substituta do açúcar, podendo usá-la no café, sobremesas, chás, sumos e gelados.

Como utilizar a Stevia:
  • Líquido: leve as folhas até perto do ponto de fervura e pode usar essa água para adoçar chá, café, infusões ou sumos.
  • Seca: Pode ainda deixar secar as folhas ao ar livre em dias de Verão, evitando a exposição direta ao sol, ou pendurando plantas inteiras ou ramos de cabeça para baixo numa zona quente. Depois triture as folhas e pode usar o pó como adoçante e utilizar em vez do açúcar.
  • Folhas Frescas: Use como se de outro tempero de tratasse, adicione-as numa salada de fruta ou num chá para dar um agradável paladar.

Use-a também na comida! Coque-a durante o cozimento ou no final, mas enquanto ela ainda está quente. Fica bem em molhos de churrasco, molho agridoce, sopas e temperos de saladas.
Ter em atenção que a Stevia consegue ser ainda mais doce do que o açúcar e, por isso, as quantidades a utilizar terão de ser sempre bastante menores.

Curiosidades

Ainda que os índios guaranis já utilizassem esta planta há muitos séculos, somente em 1908 é que ela se tornou conhecida devido a pesquisas científicas realizadas na Alemanha. Um dos usos mais comuns dos povos indígenas para esta planta era utilizá-la para “cortar” o amargo e também refrescar o hálito.

É uma planta originária da América do Sul e, por isso, não suporta temperaturas baixas. Aprecia uma rega regular.

Benefícios Saudáveis

  • É um adoçante saudável para diabéticos - estudos demonstraram que pode ter efeitos benéficos nos níveis de insulina e glicose no sangue.
  • Não contém calorias - ajuda ao combate da obesidade, sendo que uma porção de 100 mg contém menos de meia caloria, e, para além disso, atenua a necessidade/desejo de comer.
  • Não altera o nível de açúcar no sangue.
  • Não é tóxica.
  • Inibe a formação da placa e da cárie dental - frui de conteúdo elevado em vitamina C e em clorofila, que reduzem o crescimento indesejado de bactérias na boca (protege do sangramento, inflamações das gengivas, cáries e tártaro).
  • Não contém ingredientes artificiais.

Mais informações

Ao usar este website, está a aceitar a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e apresentação de anúncios.